Linha Nova
Facebook phone email

Relatório de Gestão da Saúde do 2º Quadrimestre de 2021

Facebook Pinterest Google Plus Twitter

Relatório de Gestão da Saúde do 2º Quadrimestre de 2021

1 - Introdução

A Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social tem100% de cobertura de Atenção Básica, buscando seguir o modelo de atenção à saúde como reordenador dos processos de trabalho com foco no acolhimento, cuidado e resolutividade das necessidades de saúde da população, com território definido, observando os princípios da acessibilidade, do vínculo e da continuidade do cuidado. Tem suas bases de crescimento apoiadas em um planejamento estratégico, com ações voltadas não somente ao fortalecimento da Atenção Primária em Saúde, mas também na consolidação das Redes de Atenção para atendimentos de média e alta complexidade. Em ambas as situações a questão equidade e qualidade dos serviços é ponto chave das decisões.

 

Por orientação da 5º CRS seguimos a apresentação conforme dados do DIGISUS.

 

 

2 - Auditorias realizadas ou em fase de execução no período e suas recomendações

 

2.1 Auditorias realizadas: 0

 

3 - Relatório de indicadores de saúde da população (Fontes: Sispacto, Tabnet e Portal BI Gestor Municipal) 2021

 

INDICADOR META ANUAL RESULTADO NO QUADRIMESTRE UNIDADE DE MEDIDA
1 MORTALIDADE PREMATURA (DE 30 A 69 ANOS) PELO CONJUNTO DAS 4 PRINCIPAIS DCNT (DOENÇAS DO APARELHO CIRCULATÓRIO, CÂNCER, DIABETES E DOENÇAS RESPIRATÓRIAS CRÔNICAS) 3 0 N. Absoluto
2 PROPORÇÃO DE ÓBITOS DE MULHERES EM IDADE FÉRTIL (MIF) INVESTIGADOS 100 100 %
3 PROPORÇÃO DE REGISTRO DE ÓBITOS COM CAUSA BÁSICA DEFINIDA 100 100 %
4 PROPORÇÃO DE VACINAS SELECIONADAS DO CALENDÁRIO NACIONAL DE VACINAÇÃO PARA CRIANÇAS MENORES DE DOIS ANOS DE IDADE - PENTAVALENTE 3ª DOSE, PNEUMOCÓCICA 10-VALENTE 2ª DOSE, POLIOMIELITE 3ª DOSE E TRÍPLICE VIRAL 1ª DOSE - COM COBERTURA VACINAL PRECONIZADA 100 50 %
5 PROPORÇÃO DE CASOS DE DOENÇAS DE NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA IMEDIATA (DNCI) ENCERRADAS EM ATÉ 60 DIAS APÓS NOTIFICAÇÃO 95 100 %
6 PROPORÇÃO DE CURA DOS CASOS NOVOS DE HANSENÍASE DIAGNOSTICADOS NOS ANOS DAS COORTES 100 100 %
7 NÚMERO DE CASOS AUTÓCTONES DE MALÁRIA N/P N/P N. Absoluto
8 NÚMERO DE CASOS NOVOS DE SÍFILIS CONGÊNITA EM MENORES DE UM ANO DE IDADE 0 0 N. Absoluto
9 NÚMERO DE CASOS NOVOS DE AIDS EM MENORES DE 5 ANOS. 0 0 N. Absoluto
10 PROPORÇÃO DE ANÁLISES REALIZADAS EM AMOSTRAS DE ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO QUANTO AOS PARÂMETROS COLIFORMES TOTAIS, CLORO RESIDUAL LIVRE E TURBIDEZ 100 100 %
11 RAZÃO DE EXAMES CITOPATOLÓGICOS DO COLO DO ÚTERO EM MULHERES DE 25 A 64 ANOS NA POPULAÇÃO RESIDENTE DE DETEMINADO LOCAL E A POPULAÇÃO DA MESMA FAIXA ETÁRIA 0,92 0,40 RAZÃO
12 RAZÃO DE EXAMES DE MAMOGRAFIA DE RASTREAMENTO REALIZADOS EM MULHERES DE 50 A 69 ANOS NA POPULAÇÃO RESIDENTE DE DETEMINADO LOCAL E POPULAÇÃO DA MESMA FAIXA ETÁRIA 0,69 0,20 RAZÃO
13 PROPORÇÃO DE PARTO NORMAL NO SUS E NA SAÚDE SUPLEMENTAR 18,18 80 %
14 PROPORÇÃO DE GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA ENTRE AS FAIXAS ETÁRIAS 10 A 19 ANOS 0 0 %
15 TAXA DE MORTALIDADE INFANTIL 0 0 %
16 NÚMERO DE ÓBITOS MATERNOS EM DETERMINADO PERÍODO E LOCAL DE RESIDÊNCIA 0 0 N. Absoluto
17 COBERTURA POPULACIONAL ESTIMADA PELAS EQUIPES DE ATENÇÃO BÁSICA 100 100 %
18 COBERTURA DE ACOMPANHAMENTO DAS CONDICIONALIDADES DE SAÚDE DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA 100 100 %
19 COBERTURA POPULACIONAL ESTIMADA DE SAÚDE BUCAL NA ATENÇÃO BÁSICA 100 100 %
20 PERCENTUAL DE MUNICÍPIOS QUE REALIZAM NO MÍNIMO SEIS GRUPOS DE AÇÕES DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA, CONSIDERADAS NECESSÁRIAS A TODOS OS MUNICÍPIOS. 100 33,33 %
21 AÇÕES DE MATRICIAMENTO SISTEMÁTICO REALIZADAS POR CAPS COM EQUIPES DE ATENÇÃO BÁSICA N/A N/A %
22 NÚMERO DE CICLOS QUE ATINGIRAM MÍNIMO DE 80% DE COBERTURA DE IMÓVEIS VISITADOS PARA CONTROLE VETORIAL DA DENGUE 0 0 Absoluto
23 PROPORÇÃO DE PREENCHIMENTO DO CAMPO "OCUPAÇÃO" NAS NOTIFICAÇÕES DE AGRAVOS RELACIONADOS AO TRABALHO 100 100 %

Comentários